Home
Home
Home
Pinturas
Objetos | Esculturas
Home
Objetos | Esculturas
.
 
2001
.
 
Visite a exposição >|
.. .
. .
Textos expostos nas paredes das quatro salas da exposição O fascínio de observar uma obra de arte de vários ángulos e vêla se transformar a cada instante Č ™nico.
  Em "Abrangências" me proponho a recriar espaços emocionais de uma maneira tridimensional. Por esses espaços, tanto eu-autora, como o p™blico-observador podemos circular, nos identificar ou até pertencer a eles.
. .
  As quatro salas est“o na realidade repletas de simbologias: da simbologia da cor às simbologias de conte™do, me reconduzindo aos mitos e arquétipos antigos, de uma maneira mais atual, numa releitura contemporânea da psique. Esta exposição é minha forma de achar o caminho de volta para a realidade, no sentido contrário. No fundo é o elogio do irracional, do inconsciente, que precisa achar sua consciência para se auto-explicar.
. .
  As telas se tornam uma paisagem, um cenário ou um pano de fundo que nos envolve. São a página em cima da qual e a partir da qual escrevo minha história. Delas é que sai a "linha" que se transforma em fio e vai tecer as esferas. Perde-se o sentido de orientação e fica-se emaranhado nessa linha fictícia, do racional para o irracional e vice-versa. As esferas por sua vez assumem forma de óvulo, para passar em seguida a embri“o e tornar-se pessoas, os bustos. As caixas com areia e penas ou com folhas pintadas completam essa realidade do dia-a-dia, com seus elementos da natureza fixados e enquadrados.
. .
.
. .
 
Yin-Yang
 
.
   
Copyright © Adriana Banfi 2002-2010
.
.